A Arena

film_02[1]

Com arquitetura inspirada na floresta amazônica que rodeia a cidade de Manaus, a Arena da Amazônia será um estádio totalmente novo, construído de acordo com rigorosas premissas de sustentabilidade e localizado estrategicamente entre o aeroporto e o centro histórico da capital amazonense.

A Arena da Amazônia terá capacidade para 44,5 mil torcedores e contará com camarotes, elevadores, 400 vagas para estacionamento subterrâneo, acessibilidade para portadores de necessidades especiais, restaurante, sistema de aproveitamento de água da chuva, estação de tratamento de esgoto e ventilação natural para redução do consumo de energia.

Em localização privilegiada na principal avenida da cidade no lugar antes ocupado pelo antigo Estádio Vivaldo Lima, a Arena da Amazônia ficará ao lado do Sambódromo  de Manaus, do novo Centro de Convenções do Amazonas e da Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira. A área está próxima de hotéis, hospitais, bancos, shopping centers, supermercados e restaurantes, a uma distância de aproximadamente 6 km do centro histórico da cidade e da orla do Rio Negro.


Ver mapa maior

Projeto arquitetônico

Fachada e cobertura compostas por uma única estrutura metálica com design semelhante ao um cesto de palha indígena, são a principal característica do projeto arquitetônico da Arena da Amazônia, desenvolvido pelo escritório alemão Gerkan Marg und Partner (GMP), responsável pelos principais estádios da Alemanha, China e África do Sul.

Áreas verdes em sintonia com o design da estrutura metálica da fachada ambientam a chegada dos torcedores ao estádio, numa praça elevada de 72 mil m² (pódio) dotada de acessos às demais áreas do entorno da Arena (Sambódromo, Centro de Convenções e Av. Constantino Nery). Uma membrana de PTFE (politetrafluoretileno) translúcida na cor branca reveste a estrutura metálica e auxilia na redução da temperatura interna do estádio.

O projeto atende todas as exigências da FIFA (incluindo o FIFA Green Goal) e foi pensado para tornar a Arena um espaço multifuncional após a Copa que, sem dúvidas, será o novo cartão postal da cidade. (Veja mais detalhes em Arena Interativa).

Dados Contratuais

  • Contratante: Governo do Estado do Amazonas
  • Cliente: SEINFRA – Secretaria de Estado de Infraestrutura
  • Gerenciamento/Supervisão: Consórcio Arena/Seinfra
  • Contratada: Construtora Andrade Gutierrez
  • Escopo do Contrato: execução das obras civis, estrutura de cobertura metálica, estruturas elétricas, estruturas hidráulicas, instalação dos sistemas de ar condicionado, broadcasting, segurança e todos os demais ambientes contidos nos projetos da Arena da Amazônia.
  • Fonte de Recurso: 25% Governo Estadual e 75% BNDES
  • Assinatura do Contrato: 1 de julho de 2010
  • Término Previsto: 30 de junho de 2013

 


Notícias Recentes

Membrana de fibra de vidro revestida com PTFEInstalação dos painéis de membrana está concluída


Notícias Recentes

Embaixador é recebido no campo da Arena.Embaixador britânico visita Arena da Amazônia


Notícias Recentes

Foto: Alcides NettoArena da Amazônia chega a 95% de construção